terça-feira, 29 de abril de 2008

Uma biografia simples de Elvis Presley

1935
Às doze horas do dia 8 de Janeiro, nasce em East Tupelo, Estado do Mississippi, Estados Unidos, Elvis Aron Presley, filho de Vernon Elvis Presley e Gladys Love Smith Presley. Seu irmão gêmeo idêntico, Jesse Garon Presley, não sobrevive.

1936
Um grande tornado atinge a pequena Tupelo e por muito pouco a casa dos Presley não é arrastada. Os tempos são muito difíceis para eles e Elvis vive sua infância nas ruínas da cidade.

1937
Começa a freqüentar a "Igreja da Primeira Assembléia de Deus", onde sua família ora por dias melhores. Ali, ele tem seu primeiro contato com a música "Gospel". Não raro, o pequeno Elvis corria para junto do coro da igreja, fascinado pelo que vê e ouve.

1938
Embora assíduos freqüentadores das reuniões e passeios promovidos pela igreja, os Presley não são fanáticos religiosos. Buscam tão somente o relacionamento, orientação e conforto necessários para enfrentar o dia-a-dia. Elvis mostra-se uma criança simples, cujas normas de educação, baseadas nos conceitos de humildade e respeito, são ditadas por sua mãe.

1940
Início de seus dias escolares e sua mãe o acompanha diariamente até a escola (prática que o acompanharia até seu último dia de "High School") .

1941-1943
Muitas separações marcaram grande parte dos anos de guerra para os Presley. Vernon transfere-se de Tupelo para Memphis, Estado de Tennessee. Diante da proibição de crianças nos condomínios populares que visita, decide separar-se provisoriamente da esposa e do filho. Essa prática não apresenta resultados e Vernon volta para casa.

1944
Este é o período em que Elvis se apresenta com sua primeira namorada, Caroline Ballard, filha de um pastor. O namoro termina com a mudança da família da garota para a cidade de Jackson, Estado do Mississippi.

1945
Elvis canta para sua classe e a professora, impressionada, leva o menino ao diretor da escola. Este por sua vez o inscreve na feira anual Mississippi-Alabama num concurso de talentos, que é transmitido por uma rádio local.
3 de Outubro - Elvis se apresenta na feira cantando "Old Shep" (música que gravaria mais tarde como profissional). Ganha o segundo prêmio (5 dólares e ingressos grátis para todo o parque) e passa a noite divertindo-se com a ex-namorada Caroline no parque.

1946-1947
Neste período, novas mudanças marcam a vida da família Presley. As dívidas constantes faz com que a família não consiga morar muito tempo no mesmo local. É nesse período que Elvis começa a aprender seus primeiros acordes com o tio Vester, o qual costuma aparecer para tocar violão.

1948
Elvis pede uma bicicleta aos pais, que na impossibilidade de comprar tal presente, sugerem um violão. Desde então, passa a ouvir com maior intensidade o rádio e tentar reproduzir o que ouve: música rural (country-western) e o blues negro. Aos poucos desenvolve o seu estilo que mudaria o mundo.
12 de setembro - A família Presley muda-se definitivamente para Memphis. A situação não melhora e Elvis é matriculado na "L.C. Humes High School". No primeiro ano, o garoto tem dificuldades de adaptação.

1949
Com um ano na Humes, Elvis dá vazão a outra de suas paixões, o futebol americano. Sua mãe não gosta dos riscos deste esporte e pede a ele que esqueça o passatempo. Como sempre, concorda com a mãe.
Nessa época Elvis consegue seu primeiro emprego como lanterninha de cinema, mas uma briga com um colega de serviço faz com que seja despedido. Paralelamente, sua mãe é forçada a deixar seu trabalho de enfermeira devido a problemas de saúde.
O pouco dinheiro que Elvis consegue guardar neste período é gasto em roupas um tanto quanto extravagantes para a época, que compra na loja "Lansky" (especializada em roupas de negros, localizada na famosa "Beale Street"). Até os dias de hoje a "Lansky" é considerada um ponto turístico por suas características peculiares e por ser um dos berços do blues.

1950-1952
Elvis parte para um trabalho de período integral, visando ajudar mais a família, que continua com sérios problemas financeiros. Porém o emprego começa a prejudicar seus estudos e Gladys força o filho a demitir-se. Apesar da saúde deficiente, a mãe retoma seu trabalho como enfermeira.

1953
14 de junho - Elvis recebe seu diploma da High School. Enquanto isso, seu pai também apresenta problemas de saúde e inconstância no trabalho. Um período de grande pobreza para a família.
Primavera - Elvis está trabalhando para a "Crown Electic Company" como motorista de um caminhão de entregas e em seu horário de almoço depara-se com um anúncio de uma pequena gravadora local sobre a possibilidade de gravar uma canção num acetato. Decide entrar e é atendido por Marion Keisker, secretária da gravadora "Sun Records" (cuja subsidiária Memphis Recording Service está fazendo a promoção).
Elvis diz que pretende gravar um disco para sua mãe e indagado sobre o seu estilo, diz : " - Não imito ninguém. "
Ele grava duas canções: "My Happiness" e "That's When Your Heartaches Begin" em dez minutos, paga U$ 4 dólares pelo serviço e leva seu disco (acetato). A secretária deixa um bilhete para seu chefe, Sam Phillips, proprietário e produtor da Sun, com o seguinte texto: "- Elvis Presley...bom cantor de baladas. Guarde isto."
Meses depois, Elvis volta para gravar novamente e o próprio produtor o atende. Ele grava mais duas canções.
Sam Phillips viaja para Nashville e volta trazendo uma canção que pretende gravar com um cantor negro. Sem obter sucesso em localizar o intérprete desejado, é lembrado por Marion do "cantor de baladas". Imediatamente após o telefonema de Sam, Elvis chega e inicia a gravação, sem sucesso. Sam Phillips desiste da canção e fica por volta de três horas com Elvis, ouvindo-o.
Decidido a apoiar o garoto, Sam chama Scotty Moore guitarrista, e Bill Black contra-baixista, para apresentá-los ao cantor. O trio passa a ensaiar por um período e volta ao estúdio para um teste. Durante o teste, nada acontece, porém num dos intervalos, o trio despretensiosamente começa a tocar alguns sucessos da época com ritmos e enfoques diferenciados chamando a atenção do produtor.
Era o nascimento de um novo estilo. Elvis, o branco que cantava como um negro, inicia a sua espetacular trajetória para o sucesso.

1954
5 de julho - Primeira sessão de Elvis no estúdio da "Sun" como artista profissional. Ele grava por quatro dias e entre as canções está "That's All Right", que dá título ao seu primeiro disco.
7 de julho - O disc-jockey Dewey Phillips toca "That's All Right" em seu programa de rádio WHBQ de Memphis. É a primeira vez que o cantor é ouvido no rádio. O sucesso dessa primeira execução faz com que Elvis, seja assediado incessantemente pelos fãs. Data de sua primeira entrevista.
19 de julho - A Sun Records lança o primeiro 'single' de Elvis com "That's All Right" (Mama) no lado 1 e "Blue Moon of Kentucky" no lado 2. Surge a primeira polêmica: os DJs de Country Music não querem tocar o cantor afirmando que a sua música é negra e os negros não o querem porque ele é branco. Embora com sucesso, Elvis ainda está pobre e Sam Phillips chama Bob Neal para empresariá-lo.
10 de agosto - A primeira grande aparição pública de Elvis, foi à tarde na grande concha acústica do Overton Park Shell, e nada acontece de especial. À noite, porém, ele volta e canta suas músicas recém-gravadas e o sucesso acontece. Começam as viagens, as manchetes e os shows.

1955
No início do ano, durante uma de suas apresentações, Elvis é visto por Thomas Andrew Parker (Coronel Parker), que dali em diante seria seu empresário.

1956
Cresce o sucesso do cantor com apresentações em diversas cidades e num dos mais famosos programas de rádio da época: o "Louisiana Hayride".
Quando Elvis se apresenta no programa de "Ed Sullivan" a sua popularidade regional passa a ser nacional. Sua apresentação provoca enormes polêmicas e ele é chamado de obsceno, sendo filmado apenas da cintura para cima quando retorna ao programa. É neste período que é chamado para um teste no cinema e filma "Love Me Tender", a primeira de uma grande série de películas.

1957
Paralelo à música, Elvis participa de mais dois filmes, "Loving You" e "Jailhouse Rock". O Rock'n'Roll é uma mania mundial e o cantor é eleito "O rei", título pelo qual até hoje é reconhecido (apesar dele odiar este titulo, afirmando sempre que só Jesus Cristo é o Rei). Compra a mansão de Graceland (onde irá viver pelo resto de sua vida).

1958
Enquanto o cantor realiza aquele considerado o seu melhor filme "King Creole", vem a convocação para o exército. É neste período que desaparece do cenário musical vários outros ídolos da chamada "Era de Ouro do Rock'n'Roll":
Jerry Lee Lewis (condenado pela sociedade por casar-se com a prima de 13 anos);
Chuck Berry (preso, acusado de envolvimento com menores e drogas);
Bill Halley (por não conseguir repetir o estrondoso sucesso de "Rock Around The Clock");
Little Richard (por declarar-se homossexual e envolver-se com religião);
Buddy Holly e Ritchie Valens (mortos num desastre aéreo), entre outros.
Elvis, por sua vez, além de seu afastamento da vida civil e artística, sofre outra perda irreparável cujos efeitos seriam notados pelo resto de sua vida.
Sua mãe Gladys morre em 14 de agosto, devido a diversos problemas orgânicos resultantes "segundo muitos biógrafos", da enorme depressão causada pela repentina mudança dos padrões de sua vida.

1959-1960
Ao contrário do que se imagina, mesmo com sua ausência e com as mudanças que a cultura em geral volta a ter, Elvis permanece com sucesso e discos (gravados antes da partida para a Alemanha), lançados normalmente, numa manobra executada habilmente pelo empresário Coronel Parker. Elvis conhece durante o serviço militar na Alemanha Priscilla Beaulieu.

1960
Elvis retorna à vida civil. Além de novos filmes, que já começam a dever em qualidade, vai ao Havaí e realiza um grande show beneficente para as famílias das vítimas do ataque a "Pearl Harbor". Seu estilo ainda é rebelde, embora com um repertório mesclado com mais baladas.

1961-1968
Continua a maratona do cantor no cinema e não mais se apresenta em público. Apesar de fracos e sem conteúdo, os filmes de Elvis retratam o jovem da época com muitas garotas de biquínis, praia, surf, casos de amor adolescente, carros incrementados e muitos outros ingredientes típicos, além de serem os precursores do que hoje é chamado de "vídeo-clip".

1967
Elvis casa-se numa cerimônia íntima e secreta em Las Vegas, às 4 horas da manhã, com Priscilla Ann Beaulieu, que já morava com ele em Graceland desde seus 16 anos.

1968
Exatos noves meses após o casamento, nasce a filha única do casal, Lisa Marie Presley. Ao final do ano, o cantor retoma as aparições ao vivo num legendário especial de TV para a NBC (que ficou conhecido como The Come Back Special - O Especial da Volta). O programa bate todos os recordes de audiência e torna-se um "divisor de águas" em sua carreira. Daí em diante, retorna definitivamente aos palcos.

1969
O palco do Las Vegas Hilton recoloca "o rei" em seu trono e isto reforça até mesmo seus discos que passam a ser mais elaborados e superiores às trilhas de filmes que vem gravando.

1970
Elvis volta ao cinema em forma de documentário. O roteiro é argumentado sobre um 'making-of' de suas apresentações em Las Vegas, bastidores e ensaios do cantor.

1971-1972
Motivado pelo sucesso em Vegas, o cantor retoma as suas turnês. "Elvis On Tour" é produzido para o cinema e representa o seu último filme. Em 72, se apresenta no Madison Square Garden de New York, lotando-o nos quatro shows, façanha até então não realizada. Seu casamento termina e, como a perda de sua mãe, nunca foi assimilado emocionalmente. O divórcio influencia seu comportamento dentro e fora dos palcos.

1973
Separado de Priscilla, Elvis realiza um opulento espetáculo no Havaí, inaugurando as transmissões de shows via satélite para o mundo. Ele é visto simultaneamente por mais de 1 bilhão de pessoas, numa audiência superior à primeira descida do homem na lua. Prosseguem as turnês.

1974-1977
Show após show, Elvis segue sua rotina que desde 1969 até junho de 1977 totaliza mais de mil apresentações ao vivo (cerca de uma hora e meia cada).
26 de junho de 1977 - Esta é a data de seu último concerto, realizado em Indianapolis. Nesses últimos anos, o cantor já não apresenta uma silhueta esbelta, e sim, a figura de um homem doente, marcado pela dependência de fortíssimos medicamentos, sofrendo entre outros males de glaucoma, problemas de cólon, problemas digestivos e até mesmo um tipo de câncer ósseo diagnosticado somente após sua morte.
Inchado e disforme, mas com a sua voz cada vez mais potente, ele continua a lotar os shows.

16 de Agosto de 1977
Nesse dia, Elvis iria iniciar uma nova turnê e já mantinha plano de se casar em breve com sua namorada Ginger Alden.
Elvis é encontrado morto no banheiro de sua mansão. A notícia de sua morte chega a todos os cantos do mundo como uma verdadeira bomba.
Depois de Mickey Mouse, Elvis é a imagem mais famosa do mundo em reproduções e ninguém aceitava a idéia de sua morte.
Seu funeral é marcado até mesmo por suicídios e após a tentativa de roubo de seu corpo, seu pai decide trazê-lo, e enterrar Elvis, sua mãe e o irmão gêmeo (este último simbolicamente), nos jardins da "mansão Graceland", num local chamado pelo cantor de "Jardim da Meditação".

Elvis, Sing the Blues!

Nenhum comentário:

Instagram

Translate

Canal ESTB

Seguidores