segunda-feira, 21 de abril de 2008

Buddy Guy

Nascido em: 30 de julho de 1936 em Lettsworth, LA.

Tornou-se o rei do blues em Chicago e permanece até hoje, desde que seu ídolo e mentor Muddy Waters faleceu. Havia um tempo, e não muito distante também, quando Buddy Guy não conseguia nem sequer negociar uma gravação decente. Felizmente a situação mudou completamente - o primeiro de três álbuns de Guy para a gravadora Silverstone em 1990, todas ganharam Grammys. Eric Clapton considera Buddy Guy o baluarte do blues além de ser seu favorito, e assim um grande número de fãs também o fazem.

As marcas registradas de Guy sempre foram guitarra de alta potência, efeitos e energia sem fronteiras no palco, juntamente com um estilo vocal torturado que é quase tão marcante quanto seu rápido poder incendiário. Ele vem de um longo caminho, desde o início, no blues do Baton Rouge dos anos 50 - em seus primeiros passos como líder da banda "Big Poppa" John Tilley, o jovem guitarrista teve que se submeter à uma terapia com o Dr.Tichenor, pois sentia fortes dores estomacais seguidas de contrações, um exemplo avançado de medo de palco. Quando se juntou à banda do harpista Raful Neals, Guy havia controlado seu nervosismo.

Guy viajou para Chicago em 1957, pronto para conquistar seu espaço na cidade. Com muitas dificuldades, pois os tempos eram difíceis na época, juntou-se aos seus ídolos guitarristas, como Guitar Slim, e começou sua série de apresentações. O sucesso não demorou muito a chegar para o jovem menino, novo na cidade. Juntou-se à elite do blues como Freddy King, Muddy Waters, Otis Rush e Magic Sam, que o apresentou ao chefe da gravadora Cobra Records, Eli Toscano.

A reputação de Guy entre os "deuses do blues", como Eric Clapton, Jimi Hendrix e Stevie Ray Vaughan foi surpreendente, mas o fato mais importante de sua carreira, o que o levou mais rapidamente ao estrelato, foi a conquista de um Grammy em 1991 com o disco chamado de "Damn Right, Ive Got the Blues". Foi então que sua carreira decolou e quando Guy começou a se apresentar para grandes platéias e televisão.

Um concerto de Buddy Guy pode às vezes se tornar uma experiência frustrante. Ele pode começar tocando um sucesso e de repente pará-lo no meio para começar outra música mais lenta. Ou até mesmo esquecer dos sucessos que contém seus discos para fazer paródias e imitações de Clapton, Vaughan e Hendrix. Mas o fã clube de Guy permanece fiel ao seu ídolo, principalmente em Chicago, onde você provavelmente o encontrará sentado num bar, se ele estiver na cidade.

Nenhum comentário:

Instagram

Translate

Canal ESTB

Seguidores