quarta-feira, 30 de julho de 2008

A caneca do rei



Mãe é o amor ágape de Deus expresso em carne, osso e coração. Elas não sabem o que fazer para agradar seus filhos e nós, filhos, não sabemos o que fazer para lhes retribuir tanto carinho e dedicação.

Minha mãe, dona Irene, é destas "mães onças" que defendem os filhos com "unhas e dentes", literalmente. Quando garoto, eu não podia levá-la para assistir aos meus campeonatos de Judô pois mal começava a luta e ela já queria invadir o tatame e dar um "ippon" no meu adversário.

Aprendi com ela o que é uma boa música - como o grande poeta Antônio Marcos, por exemplo - e do meu pai herdei o gosto por Elvis Presley. Me lembro muito bem - pois ainda tenho guardado - daquele K7 copiado do LP "From Elvis Presley Boulevard, Memphis Tennessee", que sempre ouvíamos no opalão 77.

Minha mãe sempre que vê algo relacionado com Elvis se lembra de mim. Se passa algum programa na TV ou na rádio ela me liga avisando. Se encontra alguma revista na banca ou algum souvenir nas lojas já compra e me dá de presente. Ah, como é bom ter mãe!

O mais recente agrado elvístico que ganhei dela foi uma linda caneca, toda decorada com fotos do Elvis na década de 50. Gostei muito do presente e nem tive coragem de usá-la. Está guardada dentro da embalagem original e exposta com orgulho na cristaleira aqui de casa.

Minha mãe me faz sentir um rei com tanto mimo e agora ainda mais, tendo a caneca do rei!

Obrigada, mamãe, por este lindo presente e pelo maior presente que a senhora poderia me dar: o seu amor!

Dony Augusto


Nenhum comentário:

Instagram

Translate

Canal ESTB

Seguidores