terça-feira, 8 de setembro de 2015

Médico irlandês que descobriu como realmente Elvis morreu

Um professor da Irlanda do Norte tem sido creditado por ter estabelecido a causa exata da morte de Elvis Presley – e finalmente colocar de lado o resto das selvagens teorias de conspiração sobre como ele morreu.

As descobertas revolucionárias de Stephen Kingsmore, tendo por base o ADN, e que fez no ano passado, são agora aceites nos círculos médicos como a explicação definitiva sobre o motivo que levou Elvis a morrer com apenas 42 anos de idade, e foram apresentadas no programa televisivo britânico, “Dead Famous DNA”.

O Dr. Kingsmore (54 anos) licenciou-se na Queen’s University, em Belfast, em medicina, cirurgia e obstetrícia, em 1985, e é agora um reconhecido ginecologista. Ele analisou uma amostra do cabelo do cantor mais bem sucedido do mundo, que apontou para o facto de Presley sofrer de cardiomiopatia hipertrófica – uma doença que provoca o aumento do coração e um enfraquecimento do músculo cardíaco.

A super estrela americana, Presley, apresentou muitos dos sintomas desta doença, incluindo uma batida cardíaca irregular, fadiga, desmaios e elevada tensão arterial.

Viciado em comida não saudável e comprimidos prescritos, morreu na casa de banho da sua mansão, Graceland, em Memphis, no Tennessee. E se bem que tenha sido oficialmente registado que morreu de falha cardíaca, uma especulação constante sobre a sua morte continuou durante quase 40 anos.

O Dr. Kingsmore disse ao programa “Dead Famous DNA”, do Channel 4, que os resultados indicam que seria injusto culpar o estilo de vida do cantor pela sua morte.

Acrescentou: “Tem havido tanta especulação sobre a causa da morte e tanto mal se tem falado do seu estilo de vida, que achamos que esta descoberta intrigante de Elvis ter uma doença médica e tudo o que se tem dito sobre como ele se matou e sobre o seu estilo de vida, são muito injustos.”

Se bem que a sua pesquisa sobre o caso Presley tenha elevado o seu perfil público, o Dr. Kingsmore já é bastante conhecido nos círculos médicos.

O seu trabalho como Professor em múltiplos departamentos da Universidade do Missouri e Diretor do Centro para a Medicina do Genoma Pediátrico no Children’s Mercy Hospital, em Kansas, tem comandado um elevado respeito dentro da sua profissão.

O Dr. Kingsmore foi recentemente nomeado um dos médicos Medscape do ano e até teve o seu trabalho apresentado no Top 10 da revista Time por descobertas inovadoras feitas em 2012.

“Tenho uma grande equipa de pesquisa e parte do tempo passamo-lo a fazer pesquisas intensas, para tentar descobrir coisas novas,” afirmou.

Leia aqui a matéria original

By Elvis 100% - Still Rockin'! Portugal

Nenhum comentário:

Instagram

Translate

Canal ESTB

Seguidores